Como minha empresa pode ter destaque nos mecanismos de pesquisa do Google?

Google

Estar nas primeiras opções quando alguém faz uma pesquisa no Google (ou em outra ferramenta de busca) é um desejo de todas as empresas hoje. Porém, o que as pessoas muitas vezes não sabem é que para conseguir isso é necessário muito trabalho! Não existe fórmula mágica, tampouco atalho para que isso aconteça rapidamente. É um trabalho que deve ser feito com planejamento, para que o resultado seja sólido e permanente.

Afinal, como podemos fazer para sua empresa esteja em destaque no Google? Quais as ferramentas mais indicadas para este tipo de trabalho?

Movimento orgânico e pago: Como o Google diferencia os dois

Antes de mais nada, é necessário sabermos que existem dois tipos de resultado: orgânico e pago. No primeiro caso, são as sugestões de links que aparecem naturalmente, porque o Google considera que os sites em questão são relevantes para aquela busca. Já o resultado pago é aquele que mostra os anúncios feitos por quem comprou espaço para a palavra-chave que foi pesquisada.

Qualquer pessoa ou empresa pode anunciar no Google, e ter seu site destacado no topo das buscas. Entretanto, é necessário ponderar que muitas pessoas pulam esses resultados e vão direto para os sites que aparecem organicamente. Sendo assim, para sua empresa se destacar nas plataformas de pesquisa, o ideal é conseguir aparecer tanto entre os links orgânicos quanto nos pagos.

Neste texto, vamos apresentar algumas ferramentas que são utilizadas estrategicamente para melhorar a posição do seu site, e como executar este plano. Conforme dissemos no início, não é uma fórmula mágica, e o resultado tende a aparecer no longo prazo. Por isso, a necessidade do trabalho contínuo e incessante para que o tão esperado destaque apareça.

O resultado orgânico traz as pessoas até você

Para começar, vamos falar um pouquinho do resultado orgânico. Primeiramente, esqueça um pouquinho o mundo do marketing digital e pense nas estratégias mais tradicionais. Reputação é algo que sempre foi importante para empresas, certo? Ser referência em algum assunto e ter diversas pessoas falando bem de você sempre foi algo que trouxe muitos resultados para as empresas. Afinal, melhor do que ela mesma anunciar suas qualidades, é quando isso vem de terceiros.

O sistema de busca do Google obedece mais ou menos à mesma lógica. Quando você insere um determinado termo numa pesquisa, os resultados mostram aquelas empresas que, segundo o algoritmo do Google, têm as melhores “reputações”.

Evidentemente isso não é tão simples, por diversos motivos. Ninguém conhece exatamente o algoritmo em questão. São regras que mudam periodicamente, e que fazem a plataforma ser a maior empresa de tecnologia do mundo. Segundo o portal Tech Tudo, o volume de pesquisas anuais na ferramenta de buscas mais usada do mundo está na casa de trilhões. Apesar da empresa não divulgar o número oficial, sabemos que mais de 90% das pesquisas são concentradas no site.

Além disso, muitas empresas do mesmo setor hoje se utilizam das mesmas ferramentas para conseguir obter destaque no Google. Por isso, não basta seguir a “cartilha” de instruções, é necessário estar ativo e realmente ter conteúdo interessante.

O inbound marketing ganha importância

Neste cenário, surge o chamado inbound marketing, ou marketing de atração. Se você já ouviu falar deste termo, mas não sabe o que é, a gente explica. O inbound marketing é um conjunto de ferramentas estrategicamente utilizadas para atrair e converter pessoas interessadas no seu produto ou serviço. Com ele, ao invés de sua empresa ir atrás dos clientes, são eles que vêm até você, interessados no conteúdo que sua empresa gerou. Após este primeiro passo, as interações entre empresa vão evoluindo até que seja concluído o processo de compra propriamente dito. Mas o que isso tem a ver com a pesquisa do Google?

Ter uma boa estratégia de inbound marketing pode resultar na relevância de sua empresa na sua área de atuação. Se você consegue desempenhar um bom projeto de atração, o site de sua empresa começa a aparecer para todos que procuram seu produto ou serviço.

Desempenho orgânico no Google e conteúdo de interessante são quase sinônimos

De acordo com a ideia de que é a relevância que vai destacar seu site nos mecanismos de pesquisa do Google, o conteúdo que você fornece aos seus seguidores é um importante aliado. Juntamente com outras ferramentas como e-mail e redes sociais, seu conteúdo deverá fazer com que as pessoas visitem e compartilhem o seu site. É por esse mecanismo que o Google começa a monitorar suas visitas e dizer: “Este site é relevante neste tema”.

Quanto mais pessoas visitarem o seu website, mais destaque ele vai ter, e aparecer para outros interessados. É um ciclo de retroalimentação que fará com que você chegue ao tão desejado topo das buscas orgânicas. Logo, se o seu site é apenas um “folhetim eletrônico”, com apresentação e institucional de sua empresa e descrição dos serviços ou produtos, dificilmente o resultado será bom. Por outro lado, se você gera conteúdo de grande interesse com frequência, e consegue fazer com que as pessoas acessem sua página, será referência em sua área de atuação.

E as campanhas pagas, como funcionam?

Se por um lado o desempenho orgânico é difícil, para ser destaque nas buscas pagas é tranquilo, pois basta apenas criar as campanhas, certo? Errado! Afinal, todas as empresas podem fazer o mesmo! A criação de campanhas pagar é uma atividade complexa que requer experiência, conhecimento técnico e intensidade de trabalho.

Antes de tudo, vamos tentar explicar rapidamente a lógica de funcionamento: você monta as campanhas online, compra créditos (com cartão ou boleto) e conforme as pessoas clicam, um valor é debitado desse crédito. O orçamento é definido por você, que pode estabelecer uma média diária ou um valor máximo por clique, por exemplo. Quanto maior a concorrência por determinada palavra-chave, maior o custo do clique. Por isso a necessidade de definir com precisão as melhores palavras-chave e termos de pesquisa.

Uma campanha de Google Ads, como é conhecida a plataforma, pode se limitar à busca nos mecanismos de pesquisa ou se estender à chamada Rede de Display. Essa é uma rede formada por cerca de 90% dos sites disponíveis na internet, nos quais você pode colocar um banner anunciando sua marca. Além disso, também é possível fazer campanhas de remarketing, atingindo pessoas que visitaram seu site e não concluíram uma compra no seu e-commerce, por exemplo.

Como resultado dessa e de várias opções de montagem da campanha, existe a chamada otimização do orçamento, ou seja, melhores valores para cliques e conversões.

O Google não é a única opção de anúncios pagos

Para quem acha que a única forma de anunciar na rede de display é pelo Google, há outras opções no mercado. Várias plataformas fornecem este serviço, com variações do mecanismo de funcionamento, com excelentes resultados em termos de conversão também. É necessário ter uma expertise muito grande para gerenciar todas essas campanhas, pois uma configuração errada nos anúncios pode levar ao desperdício de verba.

Conheça as soluções de marketing da C8L!

Não importa se o seu foco é melhorar o desempenho orgânico ou pago na pesquisa do Google, a C8L! tem a solução. Trabalhamos com ferramentas de inbound marketing e temos uma equipe multidisciplinar para criar, monitorar e analisar as campanhas pagas.

Entre em contato com nossa equipe agora mesmo e saiba como podemos te ajudar. Montamos um projeto personalizado, de acordo com a necessidade e o orçamento disponibilizado pela sua empresa.

Open chat